Caixa preta, o relato de três desastres aéreos brasileiros

Fatos reais relatados inclusive por sobreviventes

Sinopse

resenhas-caixa-preta

Em CAIXA-PRETA, Ivan Sant’Anna reconstitui três desastres que entraram para a história da aviação brasileira:

 

– O Boeing 707, que decolou do aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, para um vôo de 14 horas rumo a Orly, na França (1973);
– Ponte aérea Brasília-Belo Horizonte-Rio pilotado por Murilo de Lima e Silva, que naquele dia comandava o VP-375. até que um dos passageiros, armado, ordena que o avião seja espatifado no Palácio do Planalto(1988);
– o desastre do avião que ficou perdido em algum ponto entre Marabá e Belém, num vôo cego comandado por Cezar Augusto Garcez (1989) .

 

 Partindo de um amplo trabalho de pesquisa e uma série de entrevistas, faxes, e-mails, telefonemas, cartas, documentos e laudos, o autor reuniu informações inéditas sobre os episódios e traçou, com mestria de ficcionista, os instantes que antecederam os vôos, acompanhando os principais personagens, retratando os momentos de pânico em que cada um viu a própria vida em risco.

Detalhes do Livro

  • Origem:  NACIONAL
  • Peso: 0.62 Kg
  • Editora: Objetiva
  • Altura: 24.00 cm
  • Largura: 16.00 cm
  • Profundidade: 2.00 cm
  • Idioma: Português
  •  Acabamento: Brochura
  • ANO: 2000
  • MÊS: OUTUBRO
  • Autor: Sant’anna, Ivan
[Total: 1    Média: 3/5]
Sobre Administrador 29 Artigos
O ponto de encontro da aviação brasileira.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta